A importância da gestão de pessoas em pequenas empresas

A importância da gestão de pessoas em pequenas empresas

Pequenas e médias empresas competem com atividades de multinacionais, ideias inovadoras de parceiros do mesmo segmento ou mesmo com a concorrência direta de acordo com o setor. Além disso, é um meio com menos funcionários, geralmente benefícios mais limitados e salários menores, exigindo que as instituições motivem cada vez mais os colaboradores de forma que “vistam a camisa”.

Essa motivação é apenas um detalhe para que os funcionários sigam produzindo, satisfeitos com o lugar e atraiam cada vez mais ideias, projetos e clientes, fazendo com que o desenvolvimento profissional seja equilibrado com o crescimento da empresa. Com esse objetivo, a gestão de pessoas é uma área e necessidade real para as pequenas empresas, prevendo eventuais desafios para os fundadores, sócios e equipes internas.

Para entender melhor como desenvolver a gestão de pessoas em pequenas empresas e como aplicar esses pontos no seu negócio, confira algumas dicas!

1 – Integre a equipe e os novos colaboradores

Todo funcionário novo deve sentir desde o início que a empresa apresenta uma oportunidade de crescimento para sua profissão, além de atividade coerentes, equipes produtivas e desafios.

Além disso, é muito bom que o recebimento do novo colaborador seja positivo e que a equipe esteja preparada para explicar os procedimentos, mostrar o dia a dia da empresa e integrar o novo funcionário à rotina do lugar.

2 – Trabalhe no feedback recorrente

O feedback, quando feito de forma construtiva, ajuda no crescimento profissional das pessoas. Com a conversa entre funcionário e supervisor, por exemplo, além do colaborador ouvir sobre pontos fortes e positivos, ele também pode entender o que deve melhorar e como trabalhar nisso, visando o crescimento.

Outro ponto é que com feedbacks constantes é possível ver o crescimento da pessoa e sua evolução na empresa, percebendo se está motivada, gerando resultado e contribuindo.

3 – Capacite os profissionais

Mesmo que as pequenas empresas tenham poucos funcionários, a gestão de pessoas pode ajudar na hora de torná-los indispensáveis para os trabalhos internos. Três ou quatro funcionários especialistas na área de RH, por exemplo, podem recrutar ótimas pessoas para cargos novos na empresa, ao mesmo tempo em que uma pequena equipe de T.I. pode garantir o bom funcionamento dos aparelhos no dia a dia.

Essa capacitação não apenas melhora os trabalhos individuais e em grupo como motiva o trabalhador que busca aprendizado e melhorias, além disso pode ser feita em grupo, individualmente ou mesmo à distância, basta adequar o método às necessidades da pessoa.

4- Rotacione funções

Por fim, essa última dica é muito usada em startups. A rotação de funções é quando o colaborador passa um período médio desenvolvendo a atividade x e, após, é direcionado para o trabalho y.

Esses trabalhos podem ter relação com a área de estudo ou contato prévio ou ser totalmente descolados dos pontos padrões. Assim, além de momentos para aperfeiçoamento, a pessoa terá contato com coisas diferentes, equipes diferentes e metodologias variadas.

Todas essas dicas podem ser implementadas imediatamente nas empresas, porém, vale lembrar que a mensuração de resultados deve ser feita constantemente, evitando erros recorrentes.

Gostou das dicas sobre gestão de pessoas? Se quiser conhecer mais assuntos, aproveite e assine nossa newsletter!

A importância da gestão de pessoas em pequenas empresas

PH Softwares

A PH Softwares é uma empresa constituída pelas áreas de desenvolvimento, testes, suporte e administração e está permanentemente mudando e se modernizando para manter-se atualizada e conectada às expectativas e exigências do mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *