Música no trabalho: como ela afeta o desempenho dos funcionários

Música no trabalho: como ela afeta o desempenho dos funcionários

A música nos acompanha em vários lugares e momentos da vida. É quase impossível jantar fora em um final de semana sem que tenha música ambiente ou ao vivo, tocando no local. Mas, ela é bem-vinda em todo o lugar?

Existe muita discussão em torno do assunto, especialmente quando envolve o local de trabalho. Afinal, a música atrapalha ou incentiva a produtividade dos funcionários? Existem algumas pesquisas sobre o assunto que apontam vários prós e contras. Confira!

Estudos

A professora de terapia musical da Universidade de Miami, Teresa Lesiuk, estudou como a música influencia no ambiente de trabalho. Em sua pesquisa, feita com profissionais da área de tecnologia, ela obteve resultados interessantes, como a constatação de que os funcionários expostos à música terminavam seu trabalho mais cedo e tinham ideias melhores do que os que não escutavam nada.

Ela explica que, quando você está estressado, as chances de tomar uma decisão equivocada são grandes. Em um estado de espírito positivo, você vê mais opções de escolha e pondera mais. As ondas sonoras têm esse poder sobre a psiquê humana.

Porém, os resultados têm uma variável: funcionários novatos e com pouca experiência se distraíam com a faixa tocando. As mudanças foram mais percebidas naqueles que tinham uma experiência razoável e seu desempenho foi impactado positivamente. Funcionários extremamente produtivos e experientes não tiveram mudança no desempenho.

Alguns pontos são levados em consideração a partir daí: gosto musical e volume. Som em alto volume, ao invés de ajudar na produtividade, atrapalha. Expor pessoas a gêneros que se opõe ao gosto também afeta negativamente o trabalho.

Aplicando no dia a dia da empresa

Muitas empresas e estabelecimentos usam a música no ambiente como artifício para esconder ruídos como cadeiras arrastando, tosses e pigarros, discussões paralelas e até o silêncio total. O cuidado apenas é para que o volume não se sobressaia aos demais sons.

Adotar a prática no dia a dia de uma empresa ou negócio pode ser benéfico. É interessante discutir se o fone de ouvido é liberado ou se uma playlist para todos no local é o ideal. Caso opte pela música no ambiente, perceba primeiro como é o clima do lugar e o que deseja passar ao pessoal.

  • Um escritório que trabalha sob pressão ou tem atividades estressantes pede por melodias calmas, instrumentais e até sons da natureza.
  • É um ambiente de criatividade? Ritmos agitados e emocionantes caem bem. Eles servem de estímulo para a produtividade.
  • Manhã de uma segunda-feira? Músicas animadas e para cima dão o tom do resto do dia e ajudam nas atividades desenvolvidas. Instrumentais calmos e sons da natureza podem diminuir produtividade.

Juntar a equipe e decidir o gênero do que será ouvido pode ser divertido, mas mantenha a música sempre baixa, para que não atrapalhe conversas pessoalmente ou ao telefone. Perceba também como isso influencia nos grupos e abra para todos comentarem sobre a experiência.

Na área da recepção, a música ajuda a deixar o cliente mais confortável com o silêncio ou com duas pessoas conversando. Uma ideia é sintonizar uma rádio local ou de sua preferência, principalmente em locais onde o cliente precisa esperar para ser atendido.

São muitos os prós da música no ambiente de trabalho, basta adequar e adaptar a cada estilo de negócio. Um dia estressante ou parado pode ficar relaxante e produtivo ao somde uma playlist!

Música no trabalho: como ela afeta o desempenho dos funcionários
Tags:        

PH Softwares

A PH Softwares é uma empresa constituída pelas áreas de desenvolvimento, testes, suporte e administração e está permanentemente mudando e se modernizando para manter-se atualizada e conectada às expectativas e exigências do mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *