Demissão em tempos de crise: como empresários e RH devem lidar com a situação

Demissão em tempos de crise: como empresários e RH devem lidar com a situação

Em tempos de crise, não tem jeito, elas estão sempre lá: as demissão. Sem receita pronta, muitos menos equação mágica, a decisão de mandar um ou mais funcionários embora com certeza vai afetar quem sai e pode até abalar quem fica. E, no atual cenário político e econômico, essa rotina tem se tornado cada vez mais frequente.

Por isso, empresários e funcionários de RH também têm buscado formas de amenizar a situação através de processos mais humanizados e menos traumáticos. Mesmo assim, os termos de redução de despesas, cortes de gastos ou reestruturação da empresa já são logo associados a demissões.

Lidar com essa situação toda não é nada fácil (e não estamos falando aqui apenas dos colaboradores). Empregadores também têm sentido na pele os efeitos da crise e, para sobreviver, algumas mudanças como diminuição da equipe são realmente necessárias. Mas, como saber quais funcionários demitir? Ou, ainda, como comunicá-los da decisão?

Levando em consideração essas perguntas, selecionamos 5 dicas para você empresário ou profissional de RH que está tendo que encarar e superar tempos difíceis.

Estabeleça critérios para as demissões

Sair pela empresa demitindo funcionários não é uma boa alternativa. Os cortes precisam ser feitos, mas antes é preciso estabelecer critérios para as demissões. Baixa produtividade, altos salários ou trabalhadores mais jovens, que não têm famílias ou filhos pequenos para sustentar, podem ser alguns dos parâmetros.

Coloque tudo isso no papel e avalie com calma as decisões a serem tomadas. De nada adianta querer fazer demissões em massa como se fosse “livrar-se de um problema”. Por mais fortes que os critérios possam parecer, os trabalhadores afetados vão sempre se sentir injustiçados.

Acabe com especulações e insegurança

Você pode não querer enxergar, mas certamente seus funcionários terão plena consciência do momento vivido pela empresa. Antes mesmo das primeiras demissões, as especulações sobre possível fechamento da empresa ou corte de funcionários vão iniciar nos corredores e isso pode acabar agravando ainda mais a crise.

O ideal é agir antes que os rumores tomem conta dos colaboradores. Por isso, nesse momento é preciso clareza. Reúna a equipe para uma conversa franca, mostre a atual situação da empresa, principalmente se ela envolver queda de arrecadação e diminuição nos lucros.

Dessa forma, os funcionários saberão dos problemas por você e não por terceiros.

Elabore um discurso e não fuja da responsabilidade

Para seguir em frente com as demissões, você deve elaborar um discurso coerente e não fugir da responsabilidade. Evite frases como “só estou cumprindo ordens” ou “eu não queria que isso acontecesse”. Elas irão provocar sentimentos ainda mais ruins em quem está sendo afetado pela decisão.

Contextualize a situação da empresa, informe o desligamento do funcionário e diga que a decisão foi sua ou do conselho administrativo, no caso da existência de um.

Ofereça alternativas de recolocação

Sua empresa está demitindo funcionários, mas outras podem estar contratando. Procure as vagas disponíveis para o perfil do colaborador e mostre a ele no momento da conversa. Ele pode não entender a demissão no início, mas vai perceber que você está disposto a ajudá-lo.

Assim, o colaborador também não vai deixar a empresa sem ter para onde ir ou o que fazer. Ter uma ou mais alternativas é muito importante em momentos como esses.

Dê apoio aos colaboradores que ficaram

Funcionários foram demitidos, mas é preciso lembrar que outros colaboradores permanecem na empresa. O clima certamente estará abalado, portanto, cabe a você motivar a equipe que ficou para que a qualidade dos serviços não seja afetada.

Levantar o ânimo dos “sobreviventes” requer novamente muita sinceridade e transparência. Os colaboradores precisarão assumir outras funções e isso significa mais trabalho pelo mesmo salário. Uma nova conversa aqui é a maneira ideal para que a equipe entenda que a sobrevivência da empresa também depende deles.

Tem outras dicas para esse momento de crise e demissões? Então, compartilhe com a gente nos comentários!

Demissão em tempos de crise: como empresários e RH devem lidar com a situação

PH Softwares

A PH Softwares é uma empresa constituída pelas áreas de desenvolvimento, testes, suporte e administração e está permanentemente mudando e se modernizando para manter-se atualizada e conectada às expectativas e exigências do mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *